Resenha: Onde terminam os arco-íris / Simplesmente acontece, de Cecelia Ahern

Editora Relume Dumará 
Obs.: Relançado pela editora Novo Conceito com o título “Simplesmente Acontece”
Gênero: Ficção/Romance (comédia e drama)

                 Por onde começar a falar desse livro totalmente fantástico? Realmente não sei, então vou despejar as informações de acordo com o que faz sentido na minha cabeça, espero que faça sentido pra o resto do mundo ao final.
                Conheci o livro através da resenha da Iris Figueiredo no blog dela (http://migre.me/m8g95/) e, desde lá, fiquei completamente encantada, louca, alucinada para lê-lo. Esse negócio de melhor amigo mexe comigo, pois sempre tive muitos amigos do sexo oposto, só que, no meu caso, com zero expectativa de romance por ambas as partes, porque sou uma veemente defensora da amizade pura entre sexos opostos. Mas enfim ‘melhores amigos’ com romance ou sem romance é um tipo de storylineque me atrai bastante.

                Então, quando resolvi comprar o livro, descobri que ele já não estava mais sendo vendido, a publicação havia esgotado e não havia previsão de relançamento. Fiquei louca, obcecada! Quando me dizem que um livro não sai mais (foi o mesmo caso com Três metros acima do céu) é aí que eu fico maluca mesmo atrás do bendito! Comecei a procurar em tudo quanto era sebo do país e nos sites de publicações internacionais em inglês, mas, na verdade, acabei achando até facilmente num sebo brasileiro mesmo e comprei por um preço justo! Aí, coloquei-o na minha lista de leituras prioritárias, mas, digamos que eu estava um pouco abarrotada, prestando o exame da ordem dos advogados e fazendo monografia à época, então só acabei lendo-o agora, depois de concluir minha graduação (minha lista de prioridades é meio que infinita e acho que vai, de fato, durar toda minha vida e além).
                Após concluída a leitura e resumindo o livro em um sentimento apenas: AMOR. MUITO AMOR! A Cecelia Ahern é fantástica, quem já leu qualquer outra obra dela sabe disso, mas eu só conhecia P.S. Eu te amo, agora todos os livros dela entraram na minha lista de compras! O que foi esse livro? Digamos que… Eu li em apenas UM DIA. Tudo bem que eu estava de cama, doente, coisa e tal, mas o livro foi a salvação, pelo menos, da minha saúde mental! Chorei umas três vezes antes de alcançar 1/4 da estória e, claro, finalizei-o transbordando em lágrimas! Só posso dizer que é realmente incrível!
                A narrativa é extremamente dinâmica, pois toda a estória é contada através de bilhetes, cartas e e-mails que os personagens trocam entre si. Fiquei encantada com a estória pela sua fidelidade à realidade. Eu amo enredos que me trazem essa perspectiva real da coisa, sou uma louca, totalmente apaixonada por histórias incríveis de rotina e cotidiano – julguem-me à vontade.
                O livro conta a estória de Alex e Rosie e, especialmente com relação à adolescência, lembrei-me muito de mim mesma com meu melhor amigo à época, foi uma delícia reviver isso. Eu sei que tanto Alex quanto Rosie são personagens fantásticos e me envolvi profundamente em suas aventuras e desventuras. Não apenas eles são excelentes, como todos os personagens ao seu redor, especialmente os pais de Rosie – Dennis e Alice –, Katie, Steph e Ruby. São maravilhosos e muito reais! É muito legal quando você lê algo e fica pensando ‘eu teria tido exatamente esse mesmo tipo de conversa’ ou ‘eu teria me metido exatamente nessa mesma enrascada’ e coisas do gênero, e foi assim que Cecelia me fez sentir através desses personagens e desse enredo tão bem elaborado.
                Alex e Rosie são melhores amigos desde a mais tenra idade e compartilharam tudo durante toda a vida, são constantemente separados pelo destino, mas se recusam a ‘permanecerem’ separados, portanto mantém o contato independente de qualquer coisa, seja qual for a situação em suas vidas a que estejam sendo submetidos, eles redefinem a palavra ‘incondicional’ e é muito bacana isso! Mas, a grande questão é que ambos nutrem uma paixão enrustida um pelo outro, porém como transparecer isso sem por em jogo uma das relações mais importantes que eles têm? Ou seja, a amizade entre eles?
                O destino não é sempre legal com os dois. Pra dizer a verdade, o destino bagunça muito a vida de ambos, porém eles são fortes, resistentes e conseguem construir histórias individuais de muita superação e interessantíssimas. Um dos trechos que melhor resume o livro está na página 220 e é dito por Phill, irmão de Alex, sobre Alex e Rosie:
“Santo Deus! Quem escreve os roteiros de vocês?”
                Esse livro é uma ode ao amor em todas as coisas, especialmente nas mínimas! É uma celebração da vida e de como ela se refaz a cada novo dia. A leitura foi fantástica e me marcou, o que quer dizer que, sem dúvidas, entrou no rol de preferidos. Valeu muito a pena! Recomendo!!!
                “Onde terminam os arco-íris”, para a sorte de todo mundo que não conheceu essa versão a tempo, foi relançado pela editora Novo Conceito com o título “Simplesmente Acontece” e está à venda. Ademais, o lançamento do filme baseado no livro best-seller está previsto para janeiro de 2015, com título original “Love, Rosie” e em português “Simplesmente Acontece” e conta com Lily Collins e Sam Clafin – dois dos meus atores preferidos!!! <3 – nos papéis de Rosie e Alex. Simplesmente NÃO CONSIGO ESPERAR PRA VER E JÁ DECOREI TODAS AS FALAS DO TRAILER!!!!

                Desejo que vocês amem, sofram, riam (eu ri MUITO!!!), chorem (chorei muito também), se encantem e surtem com esse livro tanto quanto eu, porque foi uma experiência muito maravilhosa!

Nota no Skoob: 4,3/5 (http://migre.me/m8jyQ) 
Nota no Orelha de Livro: 4/5 (http://migre.me/m8jBu)
MINHA Nota: 9,7/10

Na minha opinião, recomendado para quem gostou de:
·         Um dia, de David Nicholls
·         Como eu era antes de você, de Jojo Moyes
·         Dividindo Mel, de Iris Figueiredo
Fica a dica! 😉

Resumo oficial:

“Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos.

Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails, mensagens de texto, cartas, cartões-postais… Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.”

 

9 Comentários para "Resenha: Onde terminam os arco-íris / Simplesmente acontece, de Cecelia Ahern"

  1. Ameeei essa dose de literatura!!! <3 Estou esperando meu livro chegar, comprei pelos excelentes comentários de Aninha… Agora, com esse post, vai pra o topo das prioridades 😛 Beijo pra vocês, amei o blog! :)

    • Hahahahaha, que bom que você gostou, Lana! Sua opinião é muitíssimo relevante, espero que goste realmente da leitura também! Continue nos acompanhandoooo, vamos adorar ter você de olho aqui! <3 Beijos, meu bem!
      Aninha

  2. Eu acho que nem preciso dizer o quanto amo tudo o que vc escreve e o quanto esse post me deixou ultra mega curiosa pra ler esse livro!!! Amei de cara a inauguração do blog, que já mostrou a que veio: trazer conteúdo e estímulo à leitura e à cultura de forma geral – o que é tão necessário, mas tem sido tão esquecido pelos jovens de hoje. Espero que esse blog motive muita gente como já me motivou de cara! Um verdadeiro presente!!! Amei!! E já estou ansiosa pelo próximo post!!

    • Ahh, minha pequenina! Suas palavras são sempre sopro de vida e amor para o meu coração! Muito obrigada pelo seu carinho e feedback tão positivo! Obrigada por estar comigo durante todo o caminho e ser parte tão importante da minha história e de quem eu sou! Você é um tesouro e é uma alegria poder dividir meus sonhos contigo, uma amiga mais chegada que irmã!

      Amo você.
      Beijos,
      Aninha.

    • Não tem o que agradecer! Eu amo seu blog e você é uma autora sensacional! Certamente, um dos novos grandes talentos da literatura brasileira, além de ser uma pessoa extremamente agradável! <3

      Beijos,
      Aninha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *