Uma dose para o meu dia
unnamed
unnamed
anuncie aqui
anuncie aqui
banner rotativo maratona
banner rotativo maratona
banner rotativo princesa urbana
banner rotativo princesa urbana

Resenha: Faça amor, não faça jogo, de Ique Carvalho

Editora Gutenberg
Gênero: Crônicas / Não-ficção
Resumo oficial:
“Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos.
Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor.
Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade.”

Continue lendo

Resenha: Para Onde Ela Foi, de Gayle Forman #umadosedeliteratura

Editora Novo Conceito

 Gênero: Ficção/Drama/Romance
 
 
ATENÇÃO: “Para Onde Ela Foi” é a continuação do livro “Se eu ficar”, cuja resenha foi feita por Thaís nesse domingo (http://migre.me/nYFPU). Portanto, essa resenha contém spoilers do primeiro livro!

Continue lendo

Resenha: Se eu ficar, de Gayle Forman

Não faz muito tempo, eu ouvi falar de “Se eu ficar”, o filme. Eu assisti ao trailer e fiquei muito interessada pela estória. Mas eu não fazia ideia – ou pelo menos não tinha prestado atenção – que o filme é baseado no best seller americano de mesmo nome, de Gayle Forman. Na verdade, eu só descobri a existência do livro quando o ganhei de presente de aniversário da minha querida amiga Aninha. Eu fiquei bastante empolgada em lê-lo e no dia seguinte comecei a leitura. Bem, até então eu não fazia ideia de que o comentário do “The Bookseller”: “Impossível parar de ler.”; era tão real.

Continue lendo

Hoje é o dia certo.

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.”

 Dalai Lama

Eu sempre fico melancólica próximo a datas que considero relevantes. É puramente psicológico, mas já se tornou inevitável. Quando vai chegando meu aniversário, eu entro nessa concha onde a única coisa que consigo encarar sou eu mesma e a vida que venho levando. Fim de dezembro traz consigo o mesmo clima pra mim. Na última semana, eu sou jogada nesse túnel do tempo em que sou obrigada (por mim mesma) a encarar o ano inteiro, processar o que é relevante, lidar com isso e… Seguir em frente: continuar vivendo. É louco, mas é quem eu sou. E eu já descobri que esse tipo de loucura não é necessariamente uma peculiaridade minha, mas continua havendo pessoas que simplesmente não entendem. Tudo bem, talvez eu consiga explicar melhor.

Continue lendo