Quem é você, Alasca? #MaisUmaDoseDeLiteratura

Naturalmente, o primeiro livro que eu li de John Green foi “A Culpa É Das Estrelas”, mas, depois de morrer de amores por Gus e Hazel, eu sabia que tinha que conhecer mais sobre o autor. Então, após ler uma resenha sobre o livro no Skoob – e de ver um spoiler nos comentários –, eu comprei “Quem É Você, Alasca?”, junto com mais outros dois livros, numa promoção incrível da Saraiva (merchan gratuito, hehehe).
Demorei um pouco de começar a ler. O livro ficou parado na minha estante por uns dois meses, mas quando eu finalmente resolvi que havia chegado a hora, aconteceu de novo, eu não pude mais parar de ler até chegar ao final.

Continue lendo

Literatura e Cinema a Três Metros Acima do Céu, de Federico Moccia

Editora Rocco

 

Gênero: Romance/Drama

Sinopse Oficial:
“A paixão do mais improvável dos casais, Babi, uma patricinha de Roma, e Step, um motoqueiro bad boy, é a trama de Três Metros Acima do Céu. Para viver o primeiro amor com toda sua intensidade, os protagonistas tentam se modificar, enquanto enfrentam a oposição da família da menina, o estranhamento dos amigos, as dificuldades de acertar o próprio relacionamento e de amadurecer. 
Babi, a excelente aluna de boa família, assusta os pais ao deixar de obedecer cegamente às convenções que até então regulavam sua existência, enquanto Step se surpreende ao perceber que o amor vai obrigá-lo a abandonar velhos hábitos e tratar com respeito a namorada que se prepara para seguir uma carreira universitária, algo muito distante do que o destino reservou para o jovem delinqüente.
Entre pegas de moto, festas que varam noites, tatuagens, brigas homéricas, provas desesperadas de afeto e uma tragédia que mudará para sempre suas vidas, Step e Babi vivem uma incrível história de amor, cheia de reviravoltas e sentimentos à flor da pele, aquele tipo de paixão que só pode ser vivida quando se tem dezessete anos e acredita-se que tudo ainda é possível.”

Continue lendo

Jogos Vorazes – livros, filmes e uma pitada de música

Minha história com Jogos Vorazes, a saga, é recente e avassaladora. Quando saiu o primeiro filme, eu não dei a menor importância. Não sabia do que se tratava e também não me interessei por procurar saber. Mas aí, quando o segundo filme estava prestes a ser lançado, e eu notei toda a histeria e ansiedade dos fãs, resolvi dar uma chance à saga e descobrir, afinal, o que era essa estória que estava deixando tanta gente apaixonada. Assisti, então, ao primeiro filme e adorei. Assisti ao segundo e me apaixonei. Li os três livros – Jogos Vorazes, Em Chamas e A Esperança – e virei mais uma fã histérica e ansiosa (risos).

Continue lendo

Resenha: Eleanor & Park, de Rainbow Rowell ❤

Editora Novo Século
Gênero: Ficção/Romance

                Eu amei muito esse livro, simplesmente isso. Depois de encarar vários livros com tramas complexas e densas que, apesar de excelentes, sugaram meu emocional, li Eleanor & Park e superei toda minha ressaca literária. Não que a própria trama da estória seja tão leve assim, mas, sei lá… Trouxe frescor e, ao contrário de muitas resenhas que li, o final não partiu meu coração. Claro, me deixou angustiada, mas achei bem coerente e lindo à sua maneira, e vou torcer pra que a sequência que Rainbow Rowell escreveu contando a vida deles com 30 anos seja lançada algum dia! Eu iria adorar!

Continue lendo

Primavera cativante

A admiração e o respeito que levo em meu coração pelas flores e plantas nasceu da semente plantada por minha mãe ainda na infância. Na casa em que moramos, quando eu tinha entre dois e cinco anos, havia um enorme jardim cheio de flores, em especial roseiras, e algumas árvores frutíferas (que saudade que tenho do pé de pinha!). É claro que a vastidão do jardim dava-se pela perspectiva de uma menina no auge e na altura de seus três anos de idade! De toda forma, lembro-me da minha mãe regando as plantas e me dizendo que elas mereciam cuidado e carinho. Para ela, as flores são o melhor presente. Guardei essas coisas em meu coração.

Continue lendo