Resenha: Para Sempre, livro de Kim e Krickitt Carpenter

[…]
– Krickitt, quem é seu marido?
Krickitt olhou para mim novamente, e voltou a olhar para o terapeuta. Eu tinha certeza de que todos podiam ouvir meu coração batendo enquanto eu esperava, em meio ao silêncio e ao desespero, pela resposta da minha esposa.
– Não sou casada.
“Não! Meu Deus! Por favor!”
O terapeuta tentou mais uma vez – Não, Krickitt, você é casada. Quem é seu marido?
Ela franziu a testa. – Todd? – perguntou ela.
“Aquele ex-namorado que vive na Califórnia? Deus, ajude-a a se lembrar!”
– Krickitt, por favor, pense com calma. Quem é o seu marido?
– Eu lhe disse. Não sou casada.”
Pelas palavras do prefácio já sentimos o quão emocionante é Para Sempre. Mas vamos explicar um pouco melhor. Continue lendo

Resenha literária: Mentirosos, de E. Lockhart

 Editora Seguinte
 Gênero: Ficção/Drama Jovem Adulto

Pra começo de conversa, Mentirosos é um livro intrigante, misterioso e totalmente envolvente. Antes de ler, ouvi dizer que o começo era meio chato, mas, em minha opinião, não há absolutamente nada de chato nesse livro espetacular.

Mentirosos é extremamente perturbador, tem uma narrativa sagaz e tem o poder de fazer você mergulhar no universo apresentado. O livro é narrado por Cadence Sinclair, a primeira neta de Harris e Tipper Sinclair – na trama, um casal tradicional da elite estadunidense – e, tecnicamente, futura herdeira da ilha particular da família.

Continue lendo

Resenha: O Doador de Memórias, Lois Lowry (Livro + Filme)

O Doador de Memórias foi a minha primeira leitura do ano, e posso dizer que comecei bem. É um livro pequeno – 185 páginas –, de fácil leitura, com o qual eu fiquei envolvida do início ao fim e sempre intrigada para saber o que viria pela frente. A estória é uma ficção, contada em terceira pessoa. O mundo como conhecemos não existe mais, o que existe é uma sociedade ideal, em que as pessoas não conhecem a dor ou as diferenças, assim como também não conhecem o amor e as emoções. Tudo o que se sabe é sobre o presente, as pessoas não conhecem o passado, este cabe apenas a uma pessoa, o recebedor de memórias.

Continue lendo

Resenha literária: Azar o seu!, da Carol Sabar

 Editora Jangada
Gênero: Ficção/Romance

Mais uma resenha literária em vídeo!
Dessa vez, o livro em questão é Azar o seu, da Carol Sabar, autora nacional talentosíssima! O gênero do livro é chick-lit, e eu falo mais sobre isso e outros detalhes no vlog!Assistam ao vídeo, espero que curtam as dicas! Se curtirem ou tiverem algo pra falar, cliquem no botão curtir, comentem lá no youtube e também aqui no post, por favor, assim eu fico sabendo a opinião de vocês e podemos trocar ideias! 🙂Inscrevam-se no nosso canal também, desse modo vocês ficarão sabendo das novidades sempre bem rapidinho!

Continue lendo

Resenha: Faça amor, não faça jogo, de Ique Carvalho

Editora Gutenberg
Gênero: Crônicas / Não-ficção
Resumo oficial:
“Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos.
Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor.
Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade.”

Continue lendo