Melhores do Oscar 2015 (Parte 2)

Olá, leitores! Conforme prometido, hoje é dia do vlog 2 sobre os filmes indicados à categoria de melhor filme do Oscar 2015 (premiação no próximo domingo, 22, ao vivo na TNT). São oito filmes ao todo, porém os comentários foram divididos em dois vlogs, a parte 1, postada ontem, e a parte 2, postada hoje. Lembrando mais uma vez: são singelos comentários de uma pessoa que não entende bulhufas de cinema, mas que se mete a comentar porque aprecia muito. Espero que gostem!

Continue lendo

Melhores do Oscar 2015 (Parte 1)

Olá. leitores! O post de hoje é um vlog sobre cinema! Especificamente, sobre os filmes indicados à categoria de melhor filme do Oscar 2015 (a premiação vai acontecer no próximo domingo, dia 22, e no Brasil será transmitida ao vivo pelo canal TNT). São oito filmes ao todo, porém os comentários foram divididos em dois vlogs, a parte 1, postada hoje, e a parte 2, que será postada amanhã. São singelos comentários de uma pessoa que não entende bulhufas de cinema, mas que se mete a comentar porque aprecia muito. Hahaha. Espero que gostem!

Continue lendo

A Teoria de Tudo #umadosedecinema

A Teoria de Tudo é um filme muito difícil de não gostar. Li algumas críticas que falavam mal sobre o roteiro ou sobre a obviedade de certas coisas, mas eu confesso que nada disso me afetou. É um filme muito bom e que vale muito a pena ser visto. Terminei de assistir em prantos e com a certeza de que havia assistido a um ótimo filme.

Continue lendo

Mania de Idiotização

Idiotizar. Segundo o meu velho e empoeirado dicionário Silveira Bueno, que eu tenho desde a quarta série, idiotizar é um verbo transitivo que significa “tornar idiota”. Mais simples impossível. Tão simples que virou mania. Uma mania lamentável. Alto lá! Se você acha que eu vou começar a falar sobre como as pessoas estão com hábitos cada vez mais idiotas, passou longe… Ou talvez nem tanto. Aqui eu só quero tratar de um único hábito idiota que se tornou mais que comum: essa mania de achar que tudo o que é massificado é idiota, essa mania de idiotização generalizada e desregrada. Por mais paradoxal que possa soar, não tenho dúvida ao afirmar, essa é a primeira e maior idiotice.

Continue lendo

Resenha: O Doador de Memórias, Lois Lowry (Livro + Filme)

O Doador de Memórias foi a minha primeira leitura do ano, e posso dizer que comecei bem. É um livro pequeno – 185 páginas –, de fácil leitura, com o qual eu fiquei envolvida do início ao fim e sempre intrigada para saber o que viria pela frente. A estória é uma ficção, contada em terceira pessoa. O mundo como conhecemos não existe mais, o que existe é uma sociedade ideal, em que as pessoas não conhecem a dor ou as diferenças, assim como também não conhecem o amor e as emoções. Tudo o que se sabe é sobre o presente, as pessoas não conhecem o passado, este cabe apenas a uma pessoa, o recebedor de memórias.

Continue lendo